...::Chazit Hanoar::Porto Alegre::..

JUDAÍSMO CHAZITIANO


O que é judaísmo?

Eis a pergunta com a qual nos confrontamos ao longo de toda nossa história. Questionar a nossa própria identidade é uma marca que não pode e não deve ser apagada de nosso povo. É através dessa pergunta e desse questionamento que o judaísmo se manteve desde sempre em movimento, lutando para adequar-se a novas épocas e buscando fornecer novas respostas às infinitas perguntas que nós, como seres humanos, precisamos perguntar.

É do casamento entre esse pressuposto – de que o judaísmo é um ente vivo, eternamente em movimento - e da vontade de alcançar um mundo mais justo e digno que surge o judaísmo chazitiano. Vemos o judaísmo não somente como a elaboração cultural de nosso povo ao longo de sua história como também uma fonte inesgotável de sabedoria e exemplo dos valores que trabalhamos sábado a sábado: o respeito, o compromisso com um mundo melhor (tikun olam), a sensibilidade humana e a excitação de estar sempre aprendendo coisas novas.

No século XXI, o judaísmo passa um grande desafio. Precisamos apropriar nossas fontes, costumes e práticas judaicas para que façam sentido em um mundo individualista e materialista, em que o valor de uma vida grupal e regida por valores éticos deve ser fortalecido. E para isso um ambiente educativo judaico deve proporcionar vivências significativas, o estudo como prática prazerosa e a identificação com os valores humanos que nossos símbolos e histórias carregam.

Somente quando a educação judaica atinge o nosso sentir, pensar e fazer de forma significativa é que encontramos o verdadeiro sentido de sermos judeus.  Para nós, o judaísmo não é um fim, e sim um meio para descobrirmos nossa própria identidade e para construirmos um mundo mais justo, livre e respeitoso.

E para você? 


Confira nossa Concepção Educativa





Escrito por Natan Nemetz em 2015-06-26.